murano-veneza-curso-vitrofusao

Localizado na lagoa de Veneza, Murano é um arquipélago de sete ilhas ligadas entre si por várias pontes. O lugar é famoso pela tradição de produção de vidro a sopro à mais de 700 anos.

Tudo começou em 1291, quando todos os cristaleiros de Veneza foram obrigados a mudar-se para Murano devido ao risco de incêndio, porque a maioria dos edifícios de Veneza eram construídos em madeira. O objetivo do exilio era proteger a concepção artesanal da arte do vidro que era restrita a algumas famílias tradicionais, as quais transmitiam de geração em geração esta ciência milenar.

Curso de vitrofusão de Murano em Veneza

Durante o século XIV, as exportações começaram e a ilha ganhou fama. Durante algum tempo, Murano chegou a ser o maior produtor de cristal da Europa, ficando conhecida principalmente pela fabricação de missangas de cristal, de espelhos e de lustres.

Um dos ingredientes principais para a produção de matéria-prima é a areia disponível na Lagoa de Veneza: por ser uma região de águas calmas, a areia sofre menos atrito, facilitando o manuseio do material pelos artesãos.

[youtube https://www.youtube.com/watch?v=PxAf4L1oEFE?rel=0]

Desde sempre, as famílias de artesãos procuram formatos e cores originais para obterem vidros cada vez mais belos. O trabalho dos artesãos de Murano resulta em materiais de brilho intenso, leves, caracteristicos por sua intensa mistura de cores, formas e texturas. Ver as peças fundidas no fogo e nele modeladas é um evento de rara beleza!

O Museo Vetrario (Museu do Cristal) foi criado para celebrar as criações e a tradição de Murano (e de Veneza em geral) na produção de vidros. No museu você pode admirar obras feitas com vidros de rajadas douradas (avventurina), multicoloridos (millefiori) e leitosos (lattimo), entre outros.

Museu do Cristal, Murano, Veneza

 

Quer aprender a arte da vitrofusão com um artesão de Murano?

Studiainitalia  – agencia especializada em turismo criativo – oferece cursos de vitrofusão de Murano em Veneza.

Chamada também moldagem a quente ou fusing, a vitrofusão permite criar variados objetos e obras utilizando diferentes tipos de materiais. A placa, apoiada em suportes compatíveis, a altas temperaturas pode adquirir infinitas formas; as pedras tesselas de vidro devidamente perfiladas e unidas a óxidos de vidro, esmaltes ou outras substâncias, dão vida a objetos com efeitos multicoloridos e profundidades inesperadas.

A vitrofusão permite produzir vitrais, objetos variados, placas-esculturas e bijuteria com muitíssimas intervenções de tipo pictórico!

Para mais informações sobre os cursos, datas de inicio, preços e alojamento em Veneza, visite “Curso de vitrofusão de Murano em Veneza” com studiainitalia.com